© Copyright 2013 Associação de Defesa do Património Histórico e Arqueológico de Aljezur
Rua João Dias Mendes 48, 8670-086 Aljezur 282 991 011 965 090 518
adpha@sapo.pt
Necrópole do Vale da Telha
Em plena urbanização turística do Vale da Telha, foi posta a descoberto, em Agosto de 2006, necrópole da Idade do Bronze (1800-1200 a.C.).
Os trabalhos decorreram com o apoio do Município de Aljezur, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e da Associação de Defesa do Património Histórico e Arqueológico de Aljezur. Sob a responsabilidade cientifica do arqueólogo Mário Varela Gomes.
Este importante achado arqueológico, constituido por 18 sepulturas formadas por lajes de xisto ou de arenito, em forma de caixa e cobertas de pedras e terra, constitui significativo contributo para melhorar e compreender, e explicar, a historia dos povos que viveram na área do concelho de Aljezur.
Do espólio recolhido constam vários recipientes de cerâmica, dois artefactos de cobre ou bronze (ponta de punhal e alfinete) e peças de pedra (contas de colar, braçal de arqueiro), tendo sido encontrado esqueleto de adulto, quase completo, o que é bastante raro em necrópoles do mesmo período.
Junto à necrópole localizou-se o povoado, podendo afirmar-se que aquela comunidade vivia da agricultura, da pastorícia e, ainda, da mineração, de cobre e, talvez, de ouro e prata, não desprezando os recursos proporcionados pelo mar (recolecção de mariscos, pesca, sal). Foi solicitada superiormente a classificação oficial da necrópole, pensando a Associação de Defesa do Património e o Município de Aljezur, integrá-la em Circuito Arqueológico, contando com outros sítios arqueológicos existentes na zona, a criar num futuro próximo.
Início
Associação de Defesa do Património Histórico e Arqueológico de Aljezur
Fundada em 12 de Fevereiro de 1996.